Girl POP! Indica: The Resident

Eu sei que você vai pensar: “mais uma série de médicos não!!”, maaaaas, The Resident não é apenas mais uma série que retrata os dramas de um hospital e que nos faz debulhar em lágrimas a cada episódio (ainda bem, que isso fica reservado apenas a Grey’s Anatomy). A proposta da Fox ao apostar em uma novo drama médico foi em trazer o lado da medicina que poucas pessoas gostam de explorar: a ética médica.

18556663_1702256546737951_7944345105137935758_o

A história gira em torno  de um grupo de médicos e enfermeiros que trabalham em um conceituado hospital em Atlanta, o Chastain Memorial Hospital, conhecido por ter um dos melhores cirurgiões da atualidade como chefe, o Dr. Bell (Bruce Greenwood).

A série retrata o dia-a-dia do Dr. Pravesh (Manish Dayal), que acaba de ser aceito no programa de residência do hospital e terá como mentor o Dr. Conrad Hawkins (Matt Czuchry siiim! o Logan de Gilmore Girls!), conhecido por sua excelência, mas também por sua arrogância (a la Dr. House). O elenco conta ainda com a enfermeira Nic Nevin (Emily VanCamp de Revenge) que será o potencial par româthe residentntico do Dr. Hawkins na série.

O que faz de The Resident ser diferente de toda as outras séries que assistimos por aí, é que ela não foca necessariamente no drama hospitalar, na vida pessoal dos médicos e da equipe hospitalar em geral. Claro que isso faz parte do pacote, mas o foco aqui é o quão comercial a saúde se tornou, principalmente em países que não dispõe de saúde gratuita e de fácil acesso a sua população. Nos EUA a maioria dos hospitais é particular, portanto, o paciente só tem tratamento se o mesmo tiver recursos para pagá-lo. E isso fica bem nítido na série. Como a medicina é deixada em 2º plano para que primeiro venha os lucros e benefícios. Se um paciente não tem como pagar pelo atendimento, ele logo deve receber alta e procurar fazê-lo em outro local. Se o paciente é alguém considerado “VIP” o tratamento é ainda mais diferenciado – o hospital tem uma ala especial e reservada para receber essas pessoas -.  O tempo inteiro, os diretores e médicos atendentes estão preocupados com o quanto o hospital pode lucrar com determinada situação, e não necessariamente em tratar as pessoas. Claro que aqueles que ainda são residentes ou internos não concordam com a maneira de gerir o hospital, e é nesse conflito de interesses que a trama vai se desenvolvendo.

A maneira que Conrad tem de lidar com os pacientes é sensacional, e a agilidade em diagnósticos também é surpreendente. Seus companheiros de equipe médica também não ficam para trás, e, outra parte interessante do programa, é mostrar um pouco mais o trabalho dos enfermeiros frente aos pacientes, algo que as vezes é negligenciado por outras séries do tipo.

O objetivo maior da série é demonstrar exatamente como a negligência e imprudência médica (uma das maiores causas de óbito e erros médicos, principalmente nos EUA) pode afetar a vida de um paciente. E principalmente a importância do cuidado acima do valor material. A série se desenvolve em 14 episódios, contanto o dia-a-dia do hospital com seus vários pacientes e histórias que sempre têm algo a nos ensinar (se você faz medicina, enfermagem ou outro curso da área, essa série é obrigatória na sua lista).

Confira o trailer da primeira temporada:

A forma muitas vezes “criativa”, de demonstrar a resolução dos problemas, de como os médicos devem lidar com suas limitações em um sistema que só visa lucros e, principalmente, como a equipe deve enfrentar e lidar com seus erros (é meus amores, a medicina não é linda o tempo todo), é o que faz The Resident valer o seu tempo.

 

A série é exibida no Brasil também pela Fox, e a segunda temporada estreia de 24 desse mês, e promete fortes (põe fortes nisso! Que final de temporada!!!) emoções!

Fonte: Fox

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s