Entrevista: Go Away With… RM (do BTS) Por Jae-Ha Kim!

Por Jae-Ha Kim
Agência de Conteúdo do Tribune
30 de maio de 2017

Com uma vitória recente na Billboard Music Awards, a banda de K-Pop BTS (Bangtan Boys) continua com sua turnê mundial esgotada, que incluiu shows em Nova York, Chicago e Los Angeles. Fora da Coréia do Sul, o BTS recentemente atingiu o primeiro lugar na Billboard Twitter Chart, superando Harry Styles de One Direction e Niall Horan.

 photo BTS_RIGHT-x-640-vr-L-to-Right_-Suga-Rap-Monster-Jungkook-Jin-V-J-Hope-Jimin_zps9nhuucq1.jpg

Rap Monster (né Nam-Joon Kim), de 22 anos, nos telefonou para esta entrevista, enquanto o grupo se dirigia para L.A. de Las Vegas. Para mais informações sobre o grupo de sete integrantes, confira o site deles. O BTS também está ativo nas mídias sociais, incluindo duas contas no Twitter e no Facebook.

P. Oi Nam-Joon. Obrigado por fazer esta entrevista comigo.

R. Obrigado por me receber!

P. Esta foi sua primeira viagem a Las Vegas?

R. Para mim, foi a segunda vez. Para os outros meninos, foi a primeira vez. Eu estive aqui em 2009 quando tinha 15 anos. O que eu mais me recordo era do interior do Bellagio. Foi fantástico. Eu nunca tinha visto um hotel como aquele antes, onde havia um mundo inteiro dentro do hotel. Era muito bonito. Eu pude ver o show “O” do Cirque du Soleil. Foi tão legal. Lembro-me da visão noturna de Vegas, que era tremenda. Eu me lembro de todas as luzes e pessoas se divertindo. Eu vi muitas pessoas bebendo, o que foi chocante para mim na época (já que eu era tão jovem).

P. O que você fez em Vegas dessa vez?

R. (Nós fomos ver) o “” do Cirque du Soleil. Depois que vencemos (nosso Billboard Award), fizemos uma pequena festa apenas para os membros do nosso grupo e para a equipe. Foi realmente bom.

P. Você fala como um americano. Eu ouvi que você apendeu a falar inglês sozinho. Isso é verdade?

R. Obrigado por dizer isso. Acho que aprendi sozinho, mas na verdade, é minha mãe. Eu acho que minha mãe me ensinou, porque ela me comprou alguns DVDs de “Friends” e ela sempre me fez assistir a CNN e BBC e coisas assim; e isso realmente ajudou.

P. O.K., eu escrevi o primeiro livro sobre esse show.

R. Sério? O.K. “Friends” é o show da minha vida. Uau. Isto é tão legal.

P. Como você é o único membro fluente em inglês, você tem a responsabilidade de fazer todas as entrevistas com a imprensa que fala inglês. Isso é difícil para você?

R. Estou mais confiante com o meu inglês agora. Mas isso pode ser cansativo, porque meu cérebro não pensa automaticamente em inglês. Na verdade, sinto um pouco de pressão em mim, porque quero responder corretamente. Em 2014, eu sabia que meu inglês não era tão ruim, mas não tinha confiança em falar diretamente com um repórter que conversava em língua inglesa. Eu tive que fazer uma pequena entrevista com a Reuters da França. Eu estava tão nervoso. Eu pratiquei a memorização de três frases por duas horas. Mas, eu acho que esses tipos de entrevistas me fazem desenvolver muito e isso me ajuda. Eu gosto de aprender. Eu venho estudando japonês há anos, mas é muito difícil. Aprender japonês é definitivamente o próximo passo para mim. Eu estou, seriamente, estudando bastante.

P. Imagino que você queira aprender português em seguida. Você conhece a língua?

R. Obrigado (o que significa obrigado [which means thank you, no original]). É só isso por agora. (Risos)

P. Qual viagem de infância se destaca para você?

R. Não me lembro qual foi minha primeira viagem, mas meus pais sempre me levaram para as áreas ao redor dos rios na Coréia. Nós íamos acampar e dormir ao ar livre em pequenas tendas. Essa é uma ótima lembrança para mim. Eu também estudei na Nova Zelândia por quatro meses quando eu tinha 12 anos de idade. Foram exatamente 125 dias. Lembro-me disso porque escrevi sobre isso no meu diário. Viajar ajudou com minha educação. Eu pude ter várias experiências.

P. Para os recém-chegados que queiram visitar a Coréia, o que você sugere como algo que seja imperdível de se ver?

R. Eu recomendaria que você veja pelo menos dois lugares que eu amo. Você deveria definitivamente visitar o Palácio Gyeongbokgung em Seul. É um palácio tradicional que foi construído há muitos séculos e é realmente lindo. Além disso, acho que você definitivamente deveria andar a pé pelo rio Han (em Seul). É um lugar para onde vou pelo menos uma vez por semana.

P. Você sabe que todos os seus fãs vão esperar por você no rio Han, certo?

R. (risos) Está tudo bem.

P. Que tipo de comida você espera comer na estrada?

R. Além de comida coreana? Eu não acho que minha resposta seja tão interessante, mas eu sempre como macarrão e carne. (Risos) Meu gosto é normal. Eu adoro experimentar a comida local onde quer que eu esteja. Mas eu não sou tão aventureiro quando se trata de comer. Eu prefiro opções seguras. Eu falhei no que se trata em comer alguma comida ousada. (Risos)

P. E falando em comida coreana, como está a comida coreana fora da Coreia?

R. É boa. Há ótimos restaurantes coreanos no Brasil e nos Estados Unidos. Eles estão em todo lugar. Nossa empresa é muito boa e pensa muito em nossos gostos. Eles sempre nos trazem comida coreana de restaurantes onde quer que vamos. Então, onde quer que a gente faça turnê, eu sei que vamos comer bem. Não é que eu não ame outros alimentos. Eu amo! Eu só estou tão acostumado com a comida coreana que preciso comer se não tiver comido há algum tempo.

P. Quais são as suas cinco cidades favoritas?

R. Uau, isso é realmente difícil, escolher apenas cinco. Mas eu amo Nova York. A cidade significa muito para mim. Muito da música que eu gosto vem de lá. Eu amo a vista e os edifícios. Eu realmente amo Nova York. Eu só estive lá uma vez, mas eu realmente amei Moscou na Rússia. Tóquio. Berna (Suíça). E, claro, São Paulo (Brasil). Eu já estive lá três vezes e adoro isso. Os fãs no Brasil – eles são apaixonados e divertidos e gentis. Somos muito sortudos porque todos os nossos fãs de todo o mundo são ótimos. Nós amamos todos os nossos fãs de todos os lugares e eles querem que nós os visitemos. Nós tentaremos! Eles são realmente os melhores fãs que poderíamos desejar.

P. Você foi esquiar na Suíça?

R. Espero que um dia. Eu amo a Europa e da próxima vez que estiver lá, gostaria de fazer uma viagem pessoal a Berna. Eu adoraria esquiar lá.

 photo Rap-Monster-x-640_zpsrcdnzpuc.jpg
© 2017 JAE-HA KIM 
DISTRIBUTED BY TRIBUNE CONTENT AGENCY, LLC.

Matéria Original: Jae-Ha Kim | Tradução PT-BR: Girl POP!

Jae-Ha Kim | Syndicated Columnist Tribune Content Agency

📧 Twitter: @GoAwayWithJae

📧 Facebook: @Jaehakim.Journalist

📧 Instagram: @goawaywithjae

www.jaehakim.com | www.tribunecontentagency.com

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s