Você conhece ASMR?

Netflix fez uma parceria com os jornalistas do BuzzFeed e lançaram uma nova série no serviço de streaming: Seguindo os Fatos (Fallow This)

O “documentário” irá retratar o trabalho de alguns jornalistas do site, apurando aquilo que virou notícia na internet e tem chamado a atenção da redação. E nesse primeiro episódio, temos  Scaachi Coul, repórter de cultura do BuzzFeed, pesquisando um pouco mais sobre o mundo de vídeos  relaxantes que viralizou a internet – principalmente no último ano – o ASMR. 

ASMR é a sigla para Autonomus Sensory Meridian Response, ou algo como “resposta autônoma sensorial do meridiano”, e virou uma sensação na internet nos últimos anos.

Só para exemplificar isso, o documentário deixa claro que no último ano, o número de vídeos de ASMR no YouTube mais do que duplicou (passando em média de 5 milhões para 11 milhões); 570 vídeos de ASMR são postados por hora na plataforma.

Mas afinal, o que é de fato ASMR?

Bem… Os estudos para entenderem de fato o que é o ASMR e quais são os seus efeitos ainda estão sendo desenvolvidos, mas o que ele causa em boa parte das pessoas, é uma espécie de formigamento/arrepio na coluna e na cabeça, causando uma sensação de relaxamento, muitas vezes extremos. Algumas pessoas classificam a sensação como um “orgasmo mental”, entretanto, algumas pessoas podem ter uma sensação meio desagradável com esses sons.

Dessa forma, foi possível descobrir que cada pessoa tem um “gatilho” diferente, que é o que  faz relaxar mais. Eu, por exemplo, tenho gatilho com sussurros e sons/imagens de pinceis na tela, porém, tenho pavor do som de mastigação (sim, existem vídeos de pessoas simulando “comer” a sua orelha, e tem MUITA gente você ficaria até assustado com a quantidade que realmente adora).

A questão que eu quero trazer aqui hoje para esse post é, o ASMR realmente funciona? Um recente estudo demonstra que sim! Que o ASMR tem efeitos fisiológicos testados, e pode, inclusive, fazer bem a saúde, uma vez que pode diminuir a frequência cardíaca e serem bons redutores do estresse. O intuito maior do ASMR é causar um relaxamento profundo, gerando uma sensação de bem estar e calmaria no seu corpo, mas principalmente na sua mente. Vários relatos de pessoas que experimentam a boa sensação proporcionada pelos vídeos, constatam que foram a forma que conseguiram de diminuir o trabalho cerebral, que muitas vezes apenas o sono não foi capaz de fazer.

Sussuros, “tapas” em objetos, sons de boca, sons com as mãos, movimentos com as mãos e uso de objetos aleatórios causando diversos sons. Essas são as “armas” que o ASMR encontra para induzir o relaxamento. O que se pede, é que o usuário experimente até encontrar aquilo que mais deu resposta no seu corpo, o que funciona de forma individual. A Maria (do Instagram acima), é uma russa e dona do canal “Gentle Whispering ASMR”, o maior canal do estilo no youtube. É normalmente o rosto dela que vemos na maior parte das notícias sobre o assunto na mídia, inclusive uma das entrevistadas no documentário da Netflix. Porém, existem milhares de outros canais, inclusive brasileiros, que são  excelentes, e demonstram a cada dia, que esse é um tipo de estilo de vida, que vem crescendo e ganhando espaço nesse universo virtual.

 

Eu particularmente, me beneficiei muito dos vídeos de ASMR, não somente usando-os para relaxar e dormir, mas  também durante o dia em situações de estresse ou ansiedade que estivesse passando. Os vídeos trabalham principalmente com respiração, e sobre a sua percepção de corpo, o que auxilia muito na sensação de relaxamento. No meu caso, por exemplo, eu diminuí os remédios para ansiedade, e nos comentários dos vídeos sempre temos relatos parecidos com esses.

Fonte: Forbes, Plos One (estudo)

Vou deixar aqui embaixo um dos meus favoritos, que é da Monique Collin, mas te aconselho e te convido a experimentar esses arrepios, e procurar um que realmente seja seu gatilho, e te faça aproveitar ainda mais dessa maravilhosa experiência.

Dica: todas as vezes que você for experimentar um vídeo de ASMR, é aconselhável o uso de fones de ouvido e estar em um lugar que você possa estar totalmente relaxado e quem sabe até dormir.

E aí, você é um dos sortudos que tem orgasmos mentais, ou é daqueles que não conseguiu realmente sentir nada, ou se sentiu incomodado com os sons?? Conta pra gente! 😄

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s