Girl POP! Entrevista: Lauren Blakely | PT-ENG

Hoje estamos inaugurando uma nova área do site: o Girl POP! Entrevista! E, começaremos logo com a autora internacional Lauren Blakely!

 photo 6860216 1_zpsdo8tyeqc.jpgLauren é autora bestseller do New York Times e do Wall Street Journal, conhecida pelo seu estilo de romance contemporâneo que é quente, doce e sexy. Ela vive na Califórnia com sua família, e conta que formulou histórias inteiras enquanto caminhava com seus cachorros. Com 14 livros entre os mais vendidos do New York Times, seus títulos também já apareceram na lista da USA Today e do Wall Street Journal mais de 90 vezes, e Laurren já vendeu mais de 2.5 milhões de livros. Aqui no Brasil, a Faro Editorial é a editora da autora.

Nesse mês de agosto, Lauren participou da Bienal do Livro de São Paulo e, gentilmente, nos concedeu essa entrevista:

[PT]

Esta é sua primeira vez no Brasil? Você sabia sobre seus fãs daqui? Eles estão interagindo com você nas mídias sociais?

Sim! Os fãs brasileiros são tão afetuosos no Instagram! Eu sabia que eles amavam os livros, mas não fazia ideia da extensão até eu ir ao Brasil. Eles são maravilhosos!

Como você se tornou escritora?

Trabalhei como jornalista cobrindo TV e mídia por 15 anos antes de entrar no mundo dos romances. Essa experiência escrevendo com prazo diário foi a melhor preparação para escrever livros!

Qual o maior desafio de escrever pela perspectiva masculina?

A chave é manter cada personagem novo e único. Eu quero que os homens sejam indivíduos e que os leitores amem todos eles, então eu procuro por maneiras de fazer com que cada cara sobressaia enquanto ele carrega a história.

De onde você tira a inspiração para escrever suas histórias?

Da vida! De tudo ao meu redor! Programas de televisão! Eu me inspiro frequentemente em programas de TV e filmes. Eu adoro encontrar sub enredos interessantes e reviravoltas em programas de TV e imaginar se algo semelhante poderia funcionar em um livro.

Você já criou algum personagem baseado em uma pessoa real? Ou alguém no seu círculo de amigos/família?

Todos os meus personagens animais são baseados em meus bichos de estimação!

Alguma de suas histórias deu uma reviravolta que você não esperava?

Sim! Eu originalmente tinha um plano diferente para o Mister OMas ele deixou claro que queria Harper, então eu tive que fazer aquilo acontecer!

Você tem alguma dica sobre como se manter relevante em um segmento que está transbordando de novos autores desde o efeito Cinquenta Tons?

Encontre sua voz. Estabeleça uma marca. E entregue seu trabalho baseado nisso!

Existem planos para os seus livros se tornarem filmes? Se sim, o quão envolvida no processo você gostaria de estar?

Não há planos no momento, mas ficaria feliz em ver qualquer um deles na telona!

Como você se sente sobre fanfics? Você leu/escreveu alguma?

Eu acho que a fan fiction é uma forma de expressão maravilhosa!

Sabemos que o mundo dos romances e da ficção para jovens adultos pode ser facilmente diminuídos e banalizados como algo frívolo e menos digno que os principais gêneros, principalmente por causa das redes sociais e da liberdade de dar sua opinião sem ter que mostrar sua própria identidade e especialmente por causa da cultura do patriarcado. Como você lida com isso? Além disso, o que podemos fazer, como mulheres, para combater esse tipo de circunstância?

Eu acredito em abraçar a leitura – seja qual for o gênero. Acho que continuamos a ler o que queremos e não nos envergonharmos! E continuarei a escrever mulheres fortes e homens que as adoram!

Você tem um processo de escrita específico?

Eu tenhos ideias de trama e enredo enquanto ando com meus cachorros todas as manhãs, então eu me esforço para escrever assim que chego em casa!

Como foi a transição de escrever no seu computador para escrever para milhares de leitores? Foi assustador ter suas palavras para o mundo ler?

É sempre um pouco assustador clicar no botão “publicar”, mas é também a coisa mais gratificante para alcançar os leitores. Vale a pena!

Big Rock recebeu muito reconhecimento e chegou à lista de bestsellers do New York Times. Quando você começou a escrever, você achava que isso se tornaria realidade?

Nunca!!! É um sonho se tornando realidade! Eu nunca imaginei que os livros teriam esse alcance e estou encantada e empolgada todos os dias.

Eu estou lendo Bem Safado (Well Hung) agora e amando o senso de humor de Wyatt! Você conhece alguém como ele na vida real? Sobre a Natalie, eu me identifiquei  tanto com a personagem pois ela ensina Karate e eu [Renata, entrevistadora] sou faixa azul de Jiu Jitsu! Você pratica algum tipo de arte marcial?

Estou com inveja! É tão legal que você saiba artes marciais! Eu queria saber! Eu gosto de dar aos meus personagens traços e habilidades que eu gostaria de ter!

[ENG]
This is your first time in Brazil? Did you know about your fans from here? Are they interacting with you on social media?

Yes! The Brazilian fans are so passionate on Instagram! I knew they loved the books, but had no idea of the scope until I went to Brazil. They’re wonderful!

How did you become a writer?

I worked as a journalist covering TV and media for 15 years before I turned to novels. That experience writing on a daily deadline was the best prep for writing books!

What is the biggest challenge of writing from a male perspective?

The key is to keep each character fresh and unique. I want the men to all be individuals and for readers to love them all so I look for ways to make each guy stand out as he carries the story.

Where do you get the inspiration to write your stories?

Life! All around me! TV shows! I’m inspired often by TV shows and movies. I love finding interesting sub plots and twists in TV shows, and wondering if something similar might work in a book.

Have you ever created a character based on a real person? Or someone in your friends/family circle?

All my animal characters are based on my pets!

Did any of your stories take a turn that you did not expect it?

Yes! I originally had a different plan for Mister O! But he made it clear that he wanted Harper so I had to see that through!

Do you have any tips on how to stay relevant in a field that has been overflowing with new authors since the Fifty Shades effect?

Find your voice. Establish a brand. And deliver on it!

There are any plans for your books to become movies? If yes, how involved in the process would you like to be?

There aren’t any plans at the moment, but I would be thrilled to see any of them on screen!

How do you feel about fanfics? Have you read/write one?

I think fan fiction is a wonderful expression!

We know that the world of Romance Novels and Young Adult fiction can be easily diminished and trivialized as something frivolous and less worthy than the main genres, mainly because of the social networks and the liberty to give your opinion without having to show your own identity and especially because of the culture of the patriarchy. How do you deal with that? In addition, what can we do as women to fight this kind of circumstances?

I believe in embracing reading — whatever the genre. I think we continue to read what we want, and not be ashamed! And I will continue to write strong women and men who adore them!

Do you have a specific writing process?

I brainstorm/plot while walking my dogs every morning, then I endeavor to write as soon as I come home!

How was the transition from writing on your computer to writing to thousands of readers? Was it scary to have your words out on the world?

It’s always a little terrifying to hit publish but it’s also the most rewarding thing to reach readers. It’s worth it!

“Big Rock” has received a lot of recognition and hit the New York Times Bestseller list. When you first started writing, did you think this would come true?

Never!!! It’s such a dream come true! I never imagined the books would have this reach and I am delighted and thrilled every day.

I am reading “Well Hung” right now and loving Wyatt’s sense of humor! Do you know someone like him in real life? About Natalie, I related to her character so much because she teaches Karate and I [ Renata, Interviewer] am a Brazilian Jiu-Jitsu blue belt! Do you practice some kind of martial art?

I’m jealous! That’s so cool that you know martial arts! I wish I did! I like to give my characters traits and skills I want to have!


Obrigada a todos que tornaram esta entrevista possível, em especial à Flavia [Bookcase] e à Andrea!

Até a próxima Girl POP! Entrevista.

Thanks to everyone who made this interview possible, especially to Flavia [Bookcase] and Andrea!

See you guys until the next Girl POP! Interview.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s